A Igreja que Festeja Jesus Mas Escolhe Barrabas 9788574594040





Referência: 9788574594040

Indisponível

AVISE-ME QUANDO CHEGAR

PRODUTOS RELACIONADOS

  • A DEPRESSAO DE SPURGEON 9788581322957
    R$ 39,60
  • As 95 Teses e a Essência da Igrejas
    R$ 24,51
  • Oração Experimentando Intimidade Com Deus 9788527506816
    R$ 63,90
  • Pedro Pescador de Homens 9788577421763
    R$ 29,90
  • A interpretacao biblica 9788527501934
    R$ 76,91
  • INTRODUCAO TEOLOGICA AO PENTATEUCO
    R$ 39,91
  • LUTERO COMO CONSELHEIRO ESPIRITUAL 9788527506908
    R$ 51,90
  • A Outra Face de Jesus 9788578607913
    R$ 31,90
  • O ateísmo cristão 9788573256734
    R$ 34,89
  • DO PARAISO A TERRA PROMETIDA 9788588315976
    R$ 34,90
  • Santos no Mundo 9788581321271
    R$ 63,00
  • EM DEFESA DE CRISTO
    R$ 39,01
  • Livro - EM DEFESA DA FE 9788573676037
    R$ 39,00


Jesus, certa feita, entrou em Jerusalém e uma multidão O seguia cantando e dançando de alegria. Outros cortavam ramos de árvores e colocavam pelo caminho para Ele passar. Havia também, nessa multidão, os mais radicais, que colocavam as suas próprias vestes pelo caminho. Parecia que Jerusalém estava vivendo o maior avivamento que o povo de Deus experimentou na Terra. Contudo, essa mesma multidão, alguns dias depois, escolheu Barrabás. Uma tragédia! Esse tem sido o quadro vivido por muitos hoje em dia. No domingo cantam, pulam e adoram ao Senhor de forma extravagante. Isso é ótimo! Porém, no decorrer da semana, optam em viver a estratégia de Barrabás. Sabemos que Israel é uma sombra do que seria a Igreja. Talvez, por causa disso, possamos olhar para a história da Igreja e encontrar avivamentos tão maravilhosos como aquele ocorrido em Jerusalém. A mesma multidão cantando e dançando de forma extravagante, contudo, infelizmente, com o passar dos dias, também decidindo caminhar segundo Barrabás. Esse livro é para aqueles que desejam entender essa multidão que, está hora avivada, para tempos depois, estar desanimada e até mesmo desviada e o avivamento em suas vidas perdido. O objetivo é estarmos preparados para o maior avivamento que o Senhor enviará nesses últimos dias, para que possamos, como Igreja, retê-lo em nós até a grandiosa vinda do Senhor Jesus. Maranata!