Torturado por Amor a Cristo Richard Wurmbrand 9788589338035





Referência: 9788589338035

Indisponível

AVISE-ME QUANDO CHEGAR

PRODUTOS RELACIONADOS

  • o amor mais louco da historia
    R$ 32,90
  • OS IMPROVAVEIS DE DEUS 9788578609061
    R$ 29,90
  • O LIVRO DOS MILAGRES KEVIN BELMONTE 9788578604875
    R$ 44,90
  • LIVRO UM MESTRE FORA DA LEI JOHN EL DREDGE 788526310711
    R$ 32,95
  • LIVRO DE TODO CORAÇÃO LUCIANO SUBIRA 9788598824208
    R$ 19,90
  • LIVRO QUANDO UMA MULHER CONFIA EM DEUS SHEILA WALSH 9788578605872
    R$ 31,91
  • AMAR FAZ BEM JENNA LUCADO 9788578605582
    R$ 29,90
  • SEJA FELIZ HOJE HELENA TANURE
    R$ 29,90
  • O CLAMOR EMOCIONADO DE DEUS HERNANDES DIAS LOPES
    R$ 9,90
  • MENSAGENS PARA TODOS OS MOMENTOS SBN
    R$ 29,97
  • O APOSTOLO PEREGRINO 20367
    R$ 21,90
  • EXTRAORDINARIO JOHN BEVERE
    R$ 45,90
  • FÉ QUE MOVE MONTANHAS
    R$ 16,99


O Pastor Richard Wuerdbrand foi pastor evangélico que passou quatorze anos como prisioneiro dos comunistas, torturado em sua própria terra natal, a Romênia. Poucos nomes são tão conhecidos naquele país, onde ele é um dos mais reconhecidos cristãos, como líder, autor e educador.
Em 1945, quando os comunistas tomaram o poder na Romênia e tentaram submeter as igrejas aos seus propósitos, Richard Wurdbrand imediatamente deu inicio a um ministério "subterrâneo" - eficiente e vigoroso - destinado a pregação do evangelho tanto a seus compatriotas escravizados quanto aos soldados russos que invadiram o país. Foi preso em 1948, com sua esposa, Sabina, que cumpriu pena de trabalhos forçados por três anos, no Canal do Danúbio. O Pastor Richard passou três anos na solitária, sem ver ninguém a não ser seus torturadores comunistas. Depois foi transferido para uma cela comum, onde as torturas continuaram por mais cinco anos.
Devido a sua posição internacional como líder cristão, diplomatas de embaixada estrangeiras questionaram o governo comunista acerca de segurança de Wurdbrand, dizendo que ele fugira da Romênia. Agentes da policia secreta, fingindo-se de ex-companheiros de prisão. Recomendaram a familia na Romênia e aos amigos de outros países que o esquecessem, porque já estava morto.
Após oito anos e meio na prisão, ele foi libertado e imediatamente retomou seu trabalho com a Igreja Subterrânea. Dois anos depois, em 1959, ele foi preso mais uma vez, e sentenciado a vinte e cinco anos de prisão.
Wurdbrand foi libertado quando de uma anistia geral ocorrida em 1964, e novamente continuou seu ministério clandestino. Levando em consideração o grande perigo de ser preso pela terceira vez, cristãos noruegueses negociaram com as autoridades comunistas sua permissão para deixar a Romênia.